Matérias

Histórico: Vela bate recorde de competidores na modalidade

A modalidade de Vela teve uma quantidade histórica de participantes durante os Jogos de Aventura e Natureza no final de semana. Foram 24 velejadores na classe optimist, 19 na laser 4.7 e 6 na laser radial, totalizando 49 participantes. “É a realização de um sonho, porque conseguir mobilizar essa quantidade de velejadores aqui na baía de Guaratuba é uma coisa sem precedentes, só em grandes campeonatos nacionais você consegue juntar tanto velejador”, explicou Sergio Montenegro Kraemer, presidente da Federação de Iatismo do Estado do Paraná (Feip).

A vela é o segundo esporte que mais trouxe medalhas olímpicas para o Brasil, foram 18 no total, sendo 7 de ouro. “Nós estamos incentivando o desenvolvimento do futuro”, afirmou o presidente.

Com três títulos sulamericanos, três brasileiros e bicampeão do ranking nacional, além de um quinto lugar no mundial, Andrei Godoy, do Iate Clube Lago de Itaipu (ICLI), em Foz do Iguaçu, é um desses atletas com muita bagagem para dividir. Para ele, os Jogos são importantes principalmente na divulgação do esporte nas cidades das próximas etapas, onde ainda não há muitas pessoas que o pratiquem. “Aqui em Guaratuba a gente está numa rampa pública, a sociedade é livre para entrar aqui, conhecer os barcos, perguntar sobre o esporte. É uma oportunidade para o público conhecer e se aproximar”, disse o atleta.

Angélica Scloneski, coordenadora do projeto Velejar é preciso, comemorou o número de inscritos. Angélica ainda disse que costumam sair para competições com uma equipe de cerca de 13 velejadores. Em Guaratuba, foram 29.

Colaboração e foto: Amanda Iargas/ Esporte Paraná