Matérias

Ciclismo: as diferenças entre Mountain Bike, BMX e Cicloturismo

Quem não sabe andar de bicicleta? O ciclismo é um dos esportes mais praticados no Brasil atualmente e, por sua versatilidade, a atividade é indicada para todas as pessoas que tenham condições físicas para pedalar.

Por conta da facilidade de pedalar em vários locais, surgiram algumas modalidades específicas com as bikes. Os três tipos foram inseridos nos Jogos da Aventura e Natureza do Paraná, que serão realizados em agosto.

Cicloturismo

Foto: Divulgação

Também conhecido como ciclismo de estrado, o cicloturismo é a modalidade praticada individualmente ou por equipes, onde os competidores percorrem provas de 150 a 200 quilômetros.

Em competições contra o tempo, o vencedor é aquele que concluir o trajeto total, de 40 quilômetros par aos homens e 20 quilômetros para as mulheres.

Mountain Bike

Resultado de imagem para mountain bike e cicloturismo diferenças
(Foto: Divulgação)

Talvez uma das modalidades mais emocionante, a mountain bike é uma atividade indicada para quem gosta de manobras arriscadas. Disputada em pistas de terras, com subidas, descidas e obstáculos, as bikes precisam ser resistentes, além de terem os pneus mais largos.

Os competidores largam juntos e o vencedor é aquele que realiza o percurso que cruza primeiro a linha de chegada.

BMX

Resultado de imagem para bmx competição
(Foto: Divulgação)

O BMX ou bicicross é o ciclismo praticado com bicicletas que tem pneus menores, divido em dois estilos: Racing (corrida) e Freestyle (manobra).

No primeiro caso, os competidores correm em uma pista circular, com vários obstáculos, que variam de 300 e 400 metros.

Já o BMX Freestyle, o objetivo é fazer manobras radicais, sendo que o vencedor é aquele que conseguir as notas mais altas na avaliação dos juízes.

Colaboração Mateus Bossoni